Sair
Nova York, Nova York

Times Square

Pare e olhe para a "encruzilhada do mundo"


Times Square é o cruzamento mais reconhecido no mundo, um trecho de seis quadras onde a Broadway e a Sétima Avenida se cruzam, criando um vórtice inebriante de luz e energia. Ao longo dos anos, tem sido palco de algumas das imagens mais marcantes da história americana, da foto da revista Life de Alfred Eisenstaedt, em 1945, que mostra um marinheiro e uma enfermeira se beijando para celebrar o fim da Segunda Guerra Mundial até a anual queda da bola no Ano Novo. Este é o lugar onde Guys and Dolls, de Damon Runyon, ganhou dinheiro na década de 1930, e onde peepshows e viciados em drogas forjaram a reputação apocalíptica de Nova York na década de 1970.

Isso tudo começou a mudar no início da década de 1990, quando a cidade convidou Disney e uma série de outros gigantes empresariais para colaborarem na revitalização da área, e hoje o local é mais uma vez o Great White Way, um distrito de entretenimento familiar e de negócios onde os cinemas antigos foram restaurados e as ruas são repletas de turistas, equipes de TV, lojas multinacionais e alguns dos anúncios mais brilhantes e visíveis do mundo.

Embora o negócio de Nova York seja negócio, Times Square ainda tem um comércio ativo no teatro musical. Hoje, há cerca de três dezenas de teatros entre as ruas West 42nd e West 53rd, as  ‘marquises’ iluminadas com uma mistura de reapresentações, novos espetáculos, clássicos modernos como Chicago e grupos aparentemente eternos como O Fantasma da Ópera. Os preços dos ingressos costumam ser estratosféricos (com lugares perto da orquestra geralmente em torno de US$ 100, mas se você esperar na fila, poderá obter ingressos para lugares perto da orquestra no mesmo dia pela metade do preço no estande da TKTS, em Duffy Square, na ilha de tráfego central, na West 47th Street. Quadros listam os espetáculos disponíveis, mas não conte com a possibilidade de conseguir ingressos para os grandes sucessos da Broadway.

Antes ou depois do teatro, os restaurantes da região vão dos clássicos às armadilhas temáticas para turistas. Na West 46th Street, entre as Avenidas 8 e 9 — um trecho conhecido como Restaurant Row — Joe Allen está ocupado desde 1965, servindo clientes atraídos pelos célebres hambúrgueres, toalhas de papel de açougueiro e paredes de tijolinho à vista, repletas de lembranças de teatro assinadas. A poucos quarteirões a leste, Virgílio’s Real Barbecue fica no lado temático com dois andares e ‘bugigangas antigas’, mas curiosamente, tem carne autêntica e deliciosa — peito bovino Texas, carne de porco desfiada Carolina e costelas de porco Memphis. Se isso não for NYC suficiente para você, vá a Carnegie Deli, a única delicatessen kosher de Nova York, cujo ar está impregnado de pastrami e piadas de Henny Youngman. Praticamente não há espaço entre as mesas, e os garçons experientes gostam de repreender turistas assustados como parte do show, mas quando eles dizem que você não sentirá fome até a semana seguintes, depois de comer um de seus sanduíches com quilômetros de altura, eles não estão brincando. O Algonquin Hotel, na West 44th Street, é o lugar onde durante toda a década de 1920, líderes inteligentes e formadores de opinião como a escritora Dorothy Parker, o comediante Harpo Marx e o dramaturgo George S. Kaufman se reuniam diariamente para o almoço, criando a lenda da Távola Redonda do Algonquin. Você pode comer na Round Table Room, restaurada, mas uma apresentação de cabaré e jantar na Oak Room são os motivos para vir aqui. Pare para uma bebida no elegante Blue Bar, decorado com obras de arte de Al Hirschfeld, famoso do The New York Times.

E depois há a noite de Ano Novo, quando Times Square é o centro festivo do mundo. Mais de meio milhão de pessoas enfrenta multidões, frio e segurança cada vez maior para presenciar o momento em que a bola cai, uma tonelada de confete é liberada e fogos de artifício surgem simultaneamente em Times Square e Central Park. The New York Times deu início à tradição aqui em 1904, quando realizou uma queima de fogos para comemorar a inauguração oficial da sua nova sede. Desde então, The Times mudou-se para uma sede maior, nas proximidades, mas a bola de cristal Waterford ainda cai de um mastro no alto da antiga Times Tower, que nos dias de hoje serve totalmente como lar de cartazes publicitários — outra tradição que começou quando o famoso Times news ‘zipper’ (teletipo) foi inaugurado em 1928, informando aos pedestres as notícias de última hora em estilo chamativo adequado.

Essa ideia de viagem pode ser encontrada em:

1.000 lugares para ver nos Estados Unidos & no Canadá antes de morrer©

Para informações completas sobre os locais mencionados aqui, além de muitas outras ideias de viagens nos Estados Unidos, veja o best-seller de Patricia Schultz.

Bem-vindo ao Descubra a América!

Agora que se inscreveu, você pode guardar ideias de viagem na sua mala.

Comece a explorar

Digite o seu e-mail e nós lhe enviaremos um link para redefinir a sua senha.

Verifique o seu e-mail.

Comece a explorar

A senha da sua conta foi alterada com êxito. Use a sua nova senha para fazer login.

Comece a explorar

This website is set to 'allow all cookies' for the best user experience. By continuing without changing this setting, you are consenting to this. You may change your settings at any time at the bottom of this page.

More information about cookies

Cookies are very small text files that are stored on your computer when you visit some websites.

We use cookies to make our website easier for you to use. You can remove any cookies already stored on your computer, but these may prevent you from using parts of our website.

If you choose to disable non-essential cookies, the website will:

  • Allow you to log in and remember you are logged in, while in session
  • Determine your country of origin in order to serve you the most relevant version of the site

This website will not:

  • Restrict welcome messaging to the first time you visit the site
  • Track any activity on the site for analytics purposes

More information about cookies